quinta-feira, 25 de junho de 2015

TOP 10 - As Melhores Adaptações de Tokusatsus para Animes e Animes para Tokusatsus!


Fala pessoal, tudo bem com vocês? 
Hoje trago aqui no Blog, uma matéria onde irei falar das melhores adaptações que aconteceram no mundo dos Tokusatsus. Como todos nós sabemos, os Tokusatsus e os Animes, de certa forma sempre andaram juntos. Isso por que são duas peças importantes da cultura pop japonesa, juntamente com os Games e as histórias em quadrinhos (Mangá). Com isso, vários animes já ganharam versões com atores reais, e vários Tokusatsus também já ganharam adaptações em animação, algumas de muito sucesso. Hoje, como vivemos na era dos Remakes e Reboots, vemos com muita frequência adaptações deste estilo, como por exemplo, a consagrada trilogia de Rurounin Kenshin (Samurai X), anime de muita tradição no Japão e que fez um enorme sucesso na década de 90, mostrou que as animações japonesesas, podem sim, render excelentes filmes, e até invadir as telonas do cinema!

Mas como nem tudo são flores, muitas vezes temos alguns "fiascos", ainda mais quando os americanos, resolvem fazer uma versão baseada em um anime, como aconteceu com Dragon Ball e a clássica animação Speed Racer. No caso de Dragon Ball, foi um filme que recebeu muitas críticas negativas, e não foi para menos, pois de fato, o filme não ficou nada fiel á série, além de ser pobre em questão de visual e roteiro. Já Speed Racer, é um filme que divide opiniões, se tornando um divisor de águas. 
Em contrapartida, as adaptações tem se tornado cada vez mais comum no oriente, tanto que já esta para estrear o filme baseado no anime de grande sucesso Shingeki no Kyojin (Ataque aos titâs), além do dorama, que irá adaptar o anime Death Note. Lembrando que Death Note já rendeu 3 filmes, fora o anime de 37 episódios.
Mas vamos falar agora, das 10 melhores adaptações de Tokusatsus para anime, e também de animes para Tokusatsus, que o Blog Toku Force indica para vocês! 
algumas séries são muito famosas e outras nem tanto...

10° Kagaku Ninja-tai Gatchaman / Gatchaman Movie

O Anime de Gatchaman estreou em 1972 na famosa TV Fuji, com produção da Tatsunoko Productions e direção de Tatsuo Yoshida. A série foi umas das primeiras equipes de Super-heróis japoneses, sendo uma das influências para que Shotaro Ishinomori criasse a primeira série de Super Sentai em 1975, Goranger. A série original contou com 105 episódios, e fez um enorme sucesso na terra do sol nascente, onde foi considerada um dos 10 melhores animes de todos os tempos.Infelizmente quando a série foi parar nas mãos dos americanos sofreu diversos cortes e modificações, tendo até mesmo seu nome alterado para G-Force. Aqui no Brasil,  só tivemos acesso á versão EUA, com o nome de Batalha dos planetas, sendo exibida no Cartoon Network e mais tarde na Rede Bandeirantes.
O reboot com atores reais do anime clássico, aconteceu depois de várias negociações e vários anúncios que nunca se cumpriam. Finalmente em 2013 a Toho (mesma produtora da famosa franquia Godzilla e dos demais Kaijuus) e a Nikkatsu se juntaram para fazer um Tokusatsu, que iria recontar a histórias da equipe dos ninjas Gatchaman. O filme trouxe uma nova visão, tanto na história, quanto nos visuais dos heróis (bem estilosos por sinal). Para quem não conhece o anime, pode ficar um pouco perdido, pois o filme não explica detalhes da história... De fato, o roteiro foi um pouco corrido, mas é um filme completo de começo, meio e fim, e vale muito a pena ser visto pelos efeitos especiais, e a qualidade de atuação dos atores, o qual podemos destacar Tori Matsuzaka, que interpretou Takeru Shiba, o Shinken Red do Sentai Shinkenger, interpretando o ninja principal Ken Washo, além de outros rostos conhecidos no meio Tokusatsu. Para quem gosta de filmes de ficção ciêntifica com batalhas de mechas, naves espacias e também para quem é fã de Super Sentai, recomendo assistirem esse excelente reboot. 

Confiram abaixo o trailer do filme:


9° Shinzou Ningen Casshan / Casshern Movie 

Aqui temos outro anime clássico da produtora Tatsunoko Productions. Criado por Tatsuo Yoshida, o anime estreou em 1973, e nos anos 90, ganhou uma série de Ovas, que inclusive foram lançados em VHS aqui Brasil. A história de Casshan, tem fortes influências com histórias de Tokusatsu, principalmente as séries de Shotaro Ishinomori. O anime conta a históira de Tetsuya, filho de um famoso ciêntista que estuda a possivel fusão de células orgânicas com peças robóticas, chamado Dr.Azuma. Tetsuya tem um terrivel destino, e um dia, vê toda sua familia sendo morta pelo império das máquinas liderados pelo Chefe Buraiking, na intenção de roubar a pesquisa de seu pai. Tetsuya então, acaba se tornando parte da pesquisa, e ele mesmo reconstrói seu corpo, e assim se torna Casshan, provido de muita força e agilidade, podendo assim enfrentar o império das máquinas e vingar a sua familia.
A adaptação de Casshan para um filme, estreou em 2004 nos cinemas japoneses, sendo mais um reboot, assim como teve Gatchaman. O filme foi produzido pela Shochiku studios, que patrocina diversos filmes da Toho e Tsuburaya, e contou com direção de Kazuaki Kiriya. O nome do personagem foi alterado para Casshern, e nos mostra um filme com lindos efeitos de fotográfia, e ao mesmo tempo um cenário catastrófico, que nos remete á um mundo apocalíptico onde as máquinas lideram o mundo. O filme peca muito nas poucas cenas de lutas, apelando mais para o drama, e esclarecendo muita pouca coisa sobre a origem do herói, o que pode se tornar um pouco cansativo para quem o assiste pela primeira vez. Contudo, eu recomendo esse reboot, para quem já assistiu o anime, e para quem gosta de ficção ciêntifica, e filmes que abusam dos efeitos especiais, Casshern é um prato cheio!


8° Ultraman / Ultraman Jonias

A primeira série da franquia Ultraman, estrou no longínquo ano de 1966, com o mesmo nome, sendo que depois ficaria conhecida como Ultraman Hayata, devido ao nome do hospedeiro humano que se transformava no herói, graças á capsula Beta. Com ela, ele se transformava no herói gigante Ultraman e enfretava os monstros e alienigenas que ameaçavam o nosso querido Japão. A série foi exibida aqui no Brasil ainda nos anos 60, pela saudosa TV TUPI, quando nossos pais, ainda eram crianças e jovens, e tinha o Ultraman como o herói do momento. De lá para cá, a franquia nos apresentou diversas séries e filmes, que foram se interligando com o passar do tempo, formando assim a famosa irmandade Ultra, se tornando uma das mais longas e famosas franquias do gênero Tokusatsu.
E foi em 1979, que surgiu a primeira adaptação dos Ultra para uma outra mídia, sendo mais especifico, no formato Anime. Assim nasceu o Ultraman Jonias, animação produzida pela Sunrise (mesma produtora do clássico anime Mobile Suite Gundam), juntamente da Tsuburaya Productions, contando com 50 episódios. Jonias, diferente dos Ultras originais, não vem da nebulosa M78, e sim do planeta U40. Mantendo a história tradicional das séries Ultras, Ultraman Jonias vem á terra e se une ao seu hospedeiro humano Hikari Choichiro, para salvar a terra de ataques de monstros e alienigenas, e ocasionalmente sendo auxiliado por sua parceira Amia. Ultraman Jonias, é uma excelente adaptação, bem fiel ás séries clássicas de Ultraman, e altamente recomendado para qualquer fã da franquia!


7° Kyoushoku Soukou Guyver / Guyver Dark Hero

 A série Guyver começou em mangá no ano de 1985, com arte e história de Yoshiki Takaya, e ganharia sua primeira versão em anime, já em 1986, com um OVA intitulado "Out of control". Entre os anos de 1989 até 1992, mais 12 Ovas foram lançados em 2 temporadas, mostrando a história dos primeiros 4 mangás, e em 2005 outra série em anime foi lançada contando com 26 episódios, baseados nos primeiros 10 mangás. já que o mangá, ainda não se finalizou e continua sendo lançado aos poucos no Japão. Guyver conta a história de Shô Fukamachi, que acidentalmente é dominado pela unidade Guyver, uma armadura biológica, que se torna um bio- mecanismo poderoso, tomando o controle do corpo e da mente de quem á possui. Guyver foi construida por uma organização denominada Chronos. Shô, luta para descobrir os seus poderes, destruir Chronos  e proteger os seus amigos que acabam se envolvendo em suas  lutas. 
O anime de Guyver, por si só, possui diversas influencias de Tokusatsu, por exemplo; o próprio autor, já revelou ter se inspirado na série Kamen Rider, para criar a história de Guyver, e a sua arma principal, o Mega Smasher, foi baseado no poderoso laser que o Godzilla usa como principal arma. Os filmes com atores reais, não foram produzidos no Japão como muitos podem imaginar, e sim nos EUA. lançado em 1991 e ganhou sequência em 1994. O primeiro filme não foi muito bem aceito, por parte dos baixos orçamentos, e por não ter sido tão fiel ao material original, porém a sua sequência Guyver: Dark hero, ou apenas Guyver 2, mostrou o contrário, muito mais fiel ao mangá, com um clima sombrio, e otimas cenas de lutas, sendo inclusive muito mais violento. O filme foi dirigido por Steve Wang, e se tornou um cult tanto no EUA, quanto no Japão. Pela excelente história e por tantas boas influencias, Guyver 2 vale muito á pena ser conferido.



6° Choujin Barom 1 / Barom 1 Anime 

A série de Barom 1 estreou em 1972, na Nippon television, após o termino do mangá, escrito por Takao Saito. Na história, Barom 1 precisa da ajuda de um humano para ter uma forma em nosso mundo, neste caso, foram  2 crianças, Takeshi Kido e Kentaro Shiratori. Após serem atacados por um monstro á mando de Goumon, um demonio que planeja dominar o nosso mundo. Uma divindade chamada Kopu, dá o poder e a missão para os 2 garotos, que unindo suas mãos, podem se transformar no herói Barom. A série, foi produzida pela Toei, e veio no embalo de muitas séries de sucesso que estavam sendo exibidas na época, como Kikaider e Kamen Rider. Mesmo contando com apenas 35 episódios, a série alcançou um relativo sucesso.
A versão em Anime de Barom 1, veio em 2002 para comemorar os 30 anos da série no Japão. Contando com apenas 13 episódios, o anime conta com a mesma premissa utilizada na série clássica de Barom 1, porém na animação, o herói ganhou uma versão diferente, adquirindo um visual mais realista e moderno. O Anime, por sua vez, não foi produzido pela Toei, e sim pela Enoki Films. Uma curiosidade é que o anime foi exibido no Brasil em 2006, dentro do bloco Animax. Para quem é fã de Kamen Rider, e animes como Guyver e Zetman, vai curtir muito esse remake, de um verdadeiro clássico do Tokusatsu.



5° Super Robot Red Baron / Red Baron Anime

Super Robot Red Baron, é mais um grande clássico da década de 1970, sendo criado por Yashiro Nobohiro. Sua série televisiva estreou no dia 4 de Junho de 1973 no canal Nippon Television, produzido pela parceria entre as empresas Nippon Gendai e Sekousha. A série veio para disputar com o Ultraman, e alguns outros heróis gigantes (Kyodai Hero), da Tsuburaya Productions. 
A história gira em torno de Ken Kurenai, um jovem que fica encarregado de liderar uma super máquina, que havia sido construida por seu irmão mais velho Kenichiro, um famoso cientista, que tem parte de suas criações roubadas por um robô maligno, liderado pelo Dr. Devilar. Ken, sendo um membro da SSI, uma equipe pacíficadora altamente qualificada, recupera o Robô, e passa a liderar a maquina, que foi herança de seu irmão, o Super Robo Red Baron, com ele, Ken tem como missão deter as ameaças de Devilar, e mais tarde o super computador demoníaco Garis Q.

Em 1994, veio a versão em anime dá série, sendo exibida pela famosa Tv Asahi. Foi produzido pela Tokyo Movie Shinsha e dirigido por Akio Sakai. A série teve 49 episódios, mais ainda que a série clássica, e contou com uma animação muito superior, em comparação a outros animes que eram lançados na época. No entanto, o anime traz elementos não utilizados na história original. A proposta do anime, foi um tipo de jogo chamado "Metal Fight" que nada mais é que uma competição de Robos, fazendo assim as lutas se passarem em um tipo de torneio, lembrando animes como Medabots e Pokémon. Apesar das grandes diferenças, e o forte apelo infantil, vale a pena assistir o anime, pela excelente animação, e lutas dos mechas, além da trilha sonora interpretada pelo renomado Shinichi Ishihara.


4° Magma Taishi / Ambassador Magma (Anime)

Magma Taishi ( Embaixador Magma, ou Vingadores do espaço, como é conhecida no ocidente), é uma série de mangá, criada pelo "Pai do Mangá", Osamu Tezuka em 1965. Um ano depois do sucesso do mangá, a lendária produtora P-Productions, a mesma que produziu anos mais tarde clássicos como Lion man e Spectreman, produziu o Tokusatsu de Magma Taishi, que inclusive entrou para a história, por ter sido a primeira série de Super heróis, á estrear em cores na Tv Japonesa. 
A trama envolve a família Murakami, que de tempos em tempos, tem a missão de despertar o gigante Magma, com a ajuda do mago Matusem. As crianças Mamoru e Atsushi, são os únicos que conseguem tocar o coração do gigante, podendo assim despertá-lo. Mas o motivo disso, é a ameaça do terrível invasor aliénigena, denominado Goa, que com seu grupo de monstros, visa destruir a nossa terra, porém sempre que ele retorna ao nosso planeta, o gigante dourado magma, ressucita para colocar um fim nas ambições de Goa.

A Versão em anime de Magma taishi, aconteceu em 1993, em parceria entre as empresas PLEX e Tezuka productions. Com direção de Hidehito Ueda, a série contou com 13 Ovas, recontando a história original, usando como base o mangá original de Tezuka. A série foi lançada diretamente em video, com o nome modificado para Ambassador Magma. O Remake, assim como á série clássica, conta uma história muito envolvente, apesar do anime ter um carga dramática muito maior. Porém vale muito á pena ser conferido, pela belissíma animação, e trilha sonora espetacular. A música de abertura "Ai ga Aru Hoshi", foi cantada por Nobuo Yamada, ex-membro da banda Make-up, e famoso por cantar nas trilhas de Cavaleiros do Zodiaco e alguns Super Sentais.



3° Garo/ Garo Honoo No Kokuin

O que era para ser só mais uma série, se tornou umas das maiores franquias de Tokusatsu que existem atualmente. Garo, já possui 4 temporadas completas, sendo que a quinta "Gold Storm", está em exibição no Japão, atualmente. A primeira série da franquia, foi produzida pela Tohoukushinsha Film corporations, com criação de Keita Amemyia, que já esteve envolvido com diversas séries da Toei e da Tsuburaya, trabalhando como diretor, designer, entre outras funções. 
A série possui uma temática muito adulta, o que o diferencia dos demais Tokusatsus. Na história Kouga Saejima, é um cavaleiro makai, que tem como missão caçar montros que se alimentam de humanos, o Horrors. Após conhecer Kaoru,que acidentalmente é manchada pelo sangue dos horrors, Kouga passa á protegê-la, violando á lei dos cavaleiros e cumprindo sua missão como caçador de montros.

Garo honoo no kokuin, estreou em outubro de 2014, com direção de Yuishiro Hayashi, com 24 episódios, e não conta como uma continuação ou reboot da série, mas sim como uma história única e totalmente nova, que foi escrita por Yasuko Kobayashi. A história se passa na cidade fictícia Variante Unido, lugar que se assemelha muito á Espanha. Léon Luis, é o protagonista da série, e precisa recuperar o título de Garo, para poder proteger a cidade, que corre risco, depois que os Horrors foram libertados por Mendoza, conselheiro do rei de Variante. Juntando forças com os "Alquimistas Makai", Léon passa a proteger á cidade, assim como vingar a morte de sua mãe, que havia sido morta, por um dos ataques dos horrors, enviados por Medonza. Para quem é fã da franquia Garo, e gosta de animes de mitologia, Honoo no Kokuin, é simplesmente obrigatório. 


2° Robô Gigante / Giant Robo The Animation

Mitsuteru Yokoyama, foi um dos maiores gênios dos mangás, ao lado de Ozamu Tezuka e Shotaro ishinomori, isso por que ele pode ser considerado o principal criador do gênero Robos Gigantes. Suas obras, serviram de influência, para séries famosas como Gundam Wing, Evangelion e claro, os Robôs das séries Super Sentais. Ainda que seu maior clássico tenha sido Tetsujin 28, pouco tempo depois veio o segundo grande sucesso, *Robô Gigante (Giant Robo). A série clássica do Robo Gigante foi produzida em 1967, pela Toei Company, e na época disputava audiência com o Ultraman. Na trama, é construído um poderoso Robô com própositos militares, porém um dia, um garoto chamado Daisaku, acidentalmente aciona o Robô, e passa á comandá-lo. No entanto, o imperador Guilhotina, que visa dominar a terra, tenta recrutar o garoto para seu bando, e ataca a terra, mas sempre é detido pelo garoto e o Robô Gigante.

A série na verdade, contou com 2 versões em anime. A última foi o remake de 2007, que contou com 13 episódios. Mas, o destaque aqui fica para a série de Ovas intitulada "Giant Robo: The Day The Earth Stood Still", que foi lançado entre os anos de 1992 á 1998. Esta animação contou com 7 episódios e cada um, tinha em média 50 minutos, e contou com direção de Yasuhiro Imagawa. O Anime que possui um visual mais retrô, trouxe um excelente remake, com uma animação encantadora, o projeto contou com uma grande equipe, e foram necessários anos para que os episódios fossem terminados, sem contar o grande orçamento investido. O resultado foi uma das melhores adaptações de um tokusatsu para anime, e merece ser conferido sem sombra de dúvidas! Por isso dei á ele o merecido segundo lugar!


*Para quem quiser ficar mais informado sobre a franquia Robo Gigante, o Blog Toku Force, já lançou um review completo, escrito pelo nosso Boss Admilton, Confiram: robo-giganteum-gattai-entre-tokusatsu-e.html

1° Kikaider / Kikaider The Animation

Eis uma das maiores obras do mestre Shotaro Ishinomori, depois de Cyborg 009 e Kamen Rider. O sucesso de Kikaider, vai muito além do nós imaginamos. A série estreou em 1972 na TV Asahi, com produção da Toei, e com um total de 43 episódios,  sendo á adaptação do mangá original escrito e desenhado por Ishinomori. 
A série é até hoje, um dos clássicos mais cultuados pelos Japoneses, e se tornou uma franquia muito bem sucedida comercialmente, tendo influênciado muitos heróis ao longo de seus 40 anos de existência. Para a criação de Kikaider, Ishinomori utilizou como base, as histórias de Tetsuwan Atom (Astro Boy) de Ozamu Tezuka, e do clássico conto Itáliano,Pinóquio. A série teve também uma sequência em 1973, Kikaider 01, sendo uma continuação direta da série, porém, com uma história diferente. Em 1987, a Toei homenageou Kikaider com o Metal Hero Choujinki Metalder, que assim como em sua história, tem seu visual fortemente inspirado na obra de Ishinomori.

A Versão em Anime do clássico, veio em 2000, sendo produziso pelo Studio OX. Com 13 episódios, o Anime contou com uma belissima animação, mantendo o traço retrô do mangá. Além da série de 13 episódios, foram lançados na sequência, 4 ovas baseados na história de Kikaider 01, e um crossover, Kikaider vs Inazuaman. 
Na história, Den Komyoji, o maior ciêntista especializado em Robótica do Japão, após um acidente de laboratório, ter matado seu próprio filho, fica desconsolado e conhece o Dr. Gill, que se aproveitando disso, se mostra muito interessado em sua pesquisa. Logo, Komyoji descobre estar sendo controlado pela organização DARK, que visa utilizar a sua pesquisa para o mal. Ele então, ao invés de fazer a vontade de DARK, secretamente, constrói um andróide que possui aparência e sentimentos de um humano. Seu nome é Jiro, movido por um circuito de consciência, ele assume a forma de humano e de Andróide, e passa á combater os Robôs contruidos pelo Dr Gill, e tentar por vez, colocar um fim na pesquisa maligna de DARK. 
O Anime ao contrário da série de Tv, é muito fiel a obra literária de Ishinomori, e expressa com muito mais força o drama contido na mesma, contando com um desfecho surpreendente, muito mais emocionante e impactante! 


E este foi o Top 10, com as melhores adaptações de Tokusatsus para Animes, e Animes para Tokusatsus, espero que todos tenham curtido, e possam seguir essa indicação, e apreciar essas excelentes adaptações! Para isso, basta consultar nossos parceiros, que tem disponibizado muitas delas para Downlods, com legendas em Português!
Não esqueçam também de comentar, e dizer o que achou da matéria, se caso já tenha assistido alguma série ou filme citada aqui, nos conte como foi sua experiencia com ela, a opinião de vocês, é sempre muito bem vinda para nós! 
Obrigado, e até a próxima!


BLOG TOKU FORCE - Valorizando o novo e os clássicos da década mais divertida de todos os tempos.

4 comentários:

  1. Que da hora o seu primeiro Top 10, Venancio como sempre uma matéria com requinte de elegância, e incluindo o de edição. Parabéns 👏 👏 👏 👏 👏

    ResponderExcluir
  2. Mano que matéria do baralho em, ótimo TOP : 10, destas animações só assisti estes ( Casshern, Robô Gigante, Kikaider, o mais recente Garo e o Ultraman Jonias ) nem sabia das animações de Red Baron e do Chojin Barom One, adoro demais o Barom One e o Red Baron consegui as duas séries no falecido site TOKUZILLA que disponibilizava as RAW. Nesta lista a animação que destaco mais é a do Garo, com um ótimo trasso, com uma estreia e abertura tão fenomenal que a anos nunca tinha visto mais em um anime, com uma bela trilha sonora ( para variar cantada pelo o grupo JAM que é foda pra caramba ). A coisa que achei bem estranha foi a utilização (em algumas partes) de cenas em 3D que para mim ficou bem estranho, mas não acho um mero defeito, pois Uchuu Senkan Yamato o remake e o Guilty Chown e a maioria dos animes atuais usam este sistema, só achei estranho a forma que foi usada no anime de Garo. Mas parabéns pela a matéria mano, quero ver o Review sobre Kikaider em ! vou cobrar, Rs ! ( Brink's ).

    ResponderExcluir
  3. Realmente show de matéria, parabéns... ja coloquei coisinhas desse top na minha fila de espera p assistir....

    ResponderExcluir
  4. Tokudoc faça matéria completa sobre Guyver

    ResponderExcluir